Chico Ferreira

Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, 29 de junho de 2016

POLÍCIA ENCONTRA CAIXA DE PAPELÃO ABANDONADA NA RODOVIÁRIA E DENTRO ESTAVA 5 KG DE DROGA

Droga foi encontrada abandonada no saguão do terminal.
A polícia suspeita que o dono do material se assustou com os policiais.


Do G1 Petrolina


A Polícia Militar (PM) encontrou cinco quilos de maconha, pronta para o consumo, abandonada no Terminal Rodoviário de Petrolina, no Sertão de Pernambuco. O caso ocorreu nesta segunda-feira (27).

De acordo com a PM, o entorpecente foi achado no saguão de embarque e desembarque de passageiros do Terminal Rodoviário. A droga estava dentro de uma caixa de papelão e envelopada em três sacolas plásticas.

A polícia acredita que o dono do produto abandonou a droga ao perceber a presença dos policiais. A maconha foi encaminhada na 1ª Delegacia de Polícia Civil, no bairro Ouro Preto.

Lewandowski deve julgar impeachment de Dilma no Senado depois das Olimpíadas


Lewandowski deve julgar impeachment de Dilma no Senado depois das Olimpíadas


O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, deverá julgar o impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT) depois das Olimpíadas. Assessores do ministro asseguraram ao Globo que Lewandowski, responsável por esta fase do processo no Senado, não julgará a petista durante o evento esportivo. A votação da pronúncia no plenário - como se chama a análise do resultado da comissão - está marcada para 9 de agosto e em seguida será aberto prazo de 48 horas para acusação se manifestar e apresentar a lista de testemunhas sugeridas, conforme prevê a Lei do Impeachment. Posteriormente a defesa terá prazo semelhante para o mesmo procedimento. O passo seguinte é a espera de dez dias até o início do julgamento final do processo, que poderá ser marcado a partir do dia 25 de agosto. Não há previsão da duração do julgamento. O diretor-executivo do Comitê Organizador Rio 2016, Sidney Levy, se disse preocupado com a ocorrência do julgamento durante os jogos olímpicos. "Isso seria uma distração. A gente adoraria que a população brasileira curtisse a Olimpíada, vivenciasse o clima dos Jogos", disse. 

Dias Toffoli revoga prisão do ex-ministro Paulo Bernardo: 'constrangimento ilegal'


Dias Toffoli revoga prisão do ex-ministro Paulo Bernardo: 'constrangimento ilegal'


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli revogou nesta quarta-feira (29) a prisão do ex-ministro Paulo Bernardo, preso preventivamente na última quinta (23) na Operação Custo Brasil, que apura desvios no Ministério do Planejamento. Segundo informações do jornal Folha de S. Paulo, a decisão foi emitida em resposta a reclamação feita à Corte pela advogado do ex-ministro, Juliano Breda. No recurso, a defesa pede a nulidade da ação e o julgamento do caso pelo STF. Na decisão, Toffoli avalia que houve "flagrante e constrangimento ilegal, passível de correção por habeas corpus de ofício, determina-se cautelarmente a revogação da prisão preventiva". O magistrado também determina o cumprimento de medidas cautelares alternativas. 

CORRIDA PARA SUCESSÃO MUNICIPAL EM SOBRADINHO

A  política  em  Sobradinho  continua  muito  confusa,  ninguém  sabe  quem  é  quem.  O  prefeito  Luiz Vicente tem  a  confiança  da  maioria  dos  seus  liderados,  que  estão  apostando  na  sua  reeleição,  o  gestor  têm  o  apoio  de  vários  partidos  políticos  que  dão  sustentação  ao  seu  programa  de  governo. No  que  diz  respeito  a  oposição  a  coisa  permanece  do  mesmo  jeito, sem  definição   ainda  não  existe  uma  performance  bem direcionada  de  quem  vai ser  o  candidato. O  grupo    liderado  pelo  ex-prefeito Genilson  Silva  tem  nomes  com  experiência  administrativa  a exemplo  do  vereador  Manoel  Messias,  Tiziu, Evaristo  Nascimento  e outros. A  população  espera  que  haja  o  mais  rápido   possível  uma  definição  a  respeito  do candidato  que  vai  disputar  a  eleição  deste  ano para prefeito em  Sobradinho.  

Delator: contratos falsos ocultaram propina a Delfim



Flavio Barra, da Andrade Gutierrez, afirmou à Lava Jato que empresa fez transferências para empresas Aspen, do ex-ministro, e LS, de um sobrinho
O Estado de S.Paulo - Julia Affonso, Fausto Macedo, Ricardo Brandt e Fábio Serapião
Um dos principais responsáveis pelo projeto da construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, em nome da construtora Andrade Gutierrez, o executivo Flávio David Barra afirmou à Procuradoria Geral da República, em novo depoimento dentro de seu acordo de delação premiada, que os repasses de propinas para o ex-ministro da Fazenda Delfim Netto foram feitos por meio de contratos fictícios.
“A Andrade Gutierrez fez o repasse de sua parte, proporcionalmente à sua participação no Consórcio Construtora, a Delfim Netto, por meio de transferências a partir de contratos fictícios, à LS, empresa de consultoria de Luiz Apolônio, representante de Delfim Netto, e à Aspen, empresa de consultoria de Delfim”, afirmou Barra, em depoimento no último dia 24.
O ex-presidente da empresa Otávio Marques Azevedo foi o primeiro a revelar o acerto de repasse de R$ 15 milhões para Delfim, a pedido do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci. Os valores, segundo afirmam os delatores, seria pela participação do ex-ministro da Fazendo e principal conselheiro econômico do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na formação do consórcio formado por pequenas empresas, em parceria com estatais, vencedor do leilão de Belo Monte, em 2010.

Humberto diz que Cunha é delinquente


Da tribuna do Senado, ontem, o senador Humberto Costa (PT) condenou o encontro sigiloso do presidente interino Michel Temer (PMDB) com o presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), a quem classificou de delinquente. “O que eles tramaram? Uma estratégia para salvar Cunha da cassação?” As indagações foram seguidas de adjetivos duros, como o de “Governo biônico”, para em seguida defender a volta da presidente afastada Dilma Rousseff por entender, segundo ele, que ela não cometeu crime de responsabilidade fiscal.

terça-feira, 28 de junho de 2016

Suspensão de trabalhos da Câmara causa irritação

Os deputados federais protestaram contra a suspensão dos trabalhados da Câmara, decisão tomada pelo presidente da Casa em exercício, Waldir Maranhão (PP-MA). Por volta de 14 horas, o painel registrava 234 deputados, número abaixo dos 257 necessários para a continuidade da sessão. Político experiente, o deputado Miro Teixeira (Rede-RJ) definiu o cenário como "excepcional".
"Estamos vivendo um momento de excepcionalidade política. Seremos cobrados em nossas cidades", disse.
O deputado Sostenes Cavalcante (DEM-RJ) também mostrou indignação. Segundo ele, a população pagará a conta da irresponsabilidade de Waldir Maranhão.

CORPO É ENCONTRADO EM PONTO DE ÔNIBUS DE PETROLINA, PE


Um idoso foi encontrado morto no início da tarde desta segunda-feira (27) em frente a um ponto de ônibus no bairro José e Maria, em Petrolina, no Sertão de Pernambuco. Segundo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a morte foi por causas naturais.

O corpo foi identificado como Antônio Ferreira, de 69 anos, e ficou durante o período da tarde no local, o que chamou atenção de quem passava pelo local. No começo da noite, o Instituto de Criminalística (IC) chegou ao local para fazer o recolhimento do corpo. Não foi informado o motivo da demora do IC.

Por Zé Carlos Borges

POLICIAIS MILITARES DO 5° BPM APREENDEM MACONHA E CRACK NO CONDOMÍNIO VIVENDAS I EM PETROLINA-PE



Ontem (27/06) por volta das 12h30mim, Policiais Militares do GATI receberam uma denúncia anônima que em uma determinada rua do Condomínio Vivendas 1, estaria havendo tráfico de drogas. Imediatamente foi feito o deslocamento ao local, juntamente com o efetivo do Malhas da Lei para verificar as atitudes suspeitas dos integrantes do referido endereço. Ao ser feita a abordagem, foram encontrados 171 (cento e setenta e uma) gramas de maconha e 40 (quarenta) gramas de crack.
Foram presos no local:
-Kelvin Rayllan Silva Brito, 24 anos, o qual já havia sido preso anteriormente por assalto a mão armada;
-Elaine Cristian Prati Dos Santos, 43 anos, a qual já havia sido presa anteriormente por tráfico de drogas e sido liberada a aproximadamente 1 (uma) semana;
-Aline Barbosa De Lima, 22 anos, esposa de Kelvin. Ainda foram encontrados no local R$ 522 (quinhentos e vinte e dois) reais em espécie.
Todos foram encaminhados para a DP de Ouro Preto para as providências cabíveis.

Janot sugere perdão da pena de Dirceu no mensalão



Do G1
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, opinou em parecer enviado ao Supremo Tribunal Federal (STF) pela concessão do perdão da pena imposta ao ex-chefe da Casa Civil José Dirceu no processo do mensalão do PT. Agora, caberá ao ministro Luís Roberto Barroso, relator das execuções penais do mensalão no STF, decidir se extingue a pena do petista.
Condenado a 7 anos e 11 meses de prisão, o ex-ministro passou a cumprir a pena do mensalão em 15 de novembro de 2013, após se esgotarem as possibilidades de recurso.
Atualmente, além de cumprir pena no mensalão do PT, Dirceu está preso, em Curitiba, pelo envolvimento no esquema de corrupção investigado pela Operação Lava Jato. Ele é acusado de receber propina de fornecedores da Petrobras. Por este crime, ele já foi condenado a 20 anos e 10 meses de prisão pelo juiz federal Sérgio Moro, do Paraná.
Na condenação do mensalão do PT, Janot opinou pela extinção da pena de José Dirceu com base no chamado indulto natalino, decreto presidencial publicado no fim do ano passado que prevê o perdão da pena para condenados que se encaixam em critérios previamente definidos.
Em seu parecer, o procurador-geral narrou que, no começo deste ano, o ex-ministro da Casa Civil pediu o perdão da pena, mas que, a pedido da Procuradoria, o ministro entendeu que era o caso de aguardar decisão do juiz do Paraná sobre o processo que corria contra ele na Lava Jato.
Na ocasião, Janot argumentou que as práticas de crime cometidas por Dirceu desvendadas na Operação Lava Jato ocorreram até o fim de 2014, com operações de lavagem de dinheiro, e por isso o ex-ministro cometeu falta grave durante a pena do mensalão.
Após ser condenado na Lava Jato, o ex-ministro informou ao Supremo que o juiz Moro reconheceu na sentença que os crimes teriam ocorrido até novembro de 2013, quando Dirceu não havia começado a cumprir pena. Em razão disso, a defesa afirmou que não houve falta grave e reiterou o pedido de perdão da pena.
No novo parecer protocolado no Supremo nesta segunda (27), Janot afirmou que continua considerando que ocorreu falta disciplinar de natureza grave durante o cumprimento da pena do mensalão porque ele foi condenado em definitivo em outubro de 2013 em uma das penas e o juiz entendeu que houve lavagem até o mês de novembro.
Para o procurador, no entanto, isso não impede a concessão do indulto porque a lei prevê que a falta grava deve ter sido cometida em até um ano antes do decreto publicado.
Segundo Janot, Dirceu preenche os requisitos previstos na lei que autorizou o perdão das penas porque era réu primário e cumpriu um quarto da punição.
"Ante o exposto, o procurador-geral da República manifesta-se pelo reconhecimento do indulto ao sentenciado, com a consequente declaração de extinção da punibilidade."
Caso o ministro Barroso conceda o perdão da pena, Dirceu permanece preso na Lava Jato, onde ainda está em prisão provisória porque foi condenado na primeira instância e ainda recorre.
No mensalão, Dirceu foi preso no fim de 2013 para cumprir pena de sete anos e onze meses de prisão por corrupção ativa - foi considerado chefe do esquema de compra de apoio parlamentar nos primeiros anos do governo Lula. José Dirceu ficou cerca de um ano no semiaberto, quando é possível deixar o presídio durante o dia para trabalhar, e estava em prisão domiciliar, no regime aberto, quando foi novamente detido na Lava Jato, em agosto do ano passado.

Juazeiro (BA): Ex-secretário de Governo Paulo Bomfim é o pré-candidato do PCdoB a prefeito



Paulo Bonfim


O prefeito de Juazeiro Isaac Carvalho e a coordenação política do diretório municipal do PCdoB, acompanhados por representantes de partidos da base aliada, anunciaram na tarde desta segunda-feira (27), o nome do pré-candidato  a prefeito nas eleições municipais que se aproximam.
 Um dos principais nomes da gestão, o ex-secretário Municipal de Governo Paulo Bomfim, que também teve destacada atuação na pasta de Serviços Públicos, formado em Gestão Pública pela Faculdade Anhanguera, teve o seu nome referendado.
O Movimento Juazeiro no Rumo Certo informa que o evento oficial de lançamento da pré-candidatura de Paulo Bomfim acontecerá no próximo dia 7 de Julho, a partir das 18h, no Espaço Via Show.

PF faz ação contra fraudes de R$ 180 mi na Lei Rouanet



O Globo
A Polícia Federal, em parceria com a Controladoria Geral da União (CGU), realiza na manhã desta terça-feira, em São Paulo, Rio e Brasília, uma operação contra uma quadrilha acusada de praticar fraudes contra Lei Rouanet, que dá incentivos fiscais para empresas investirem em projetos culturais. Batizada de “Boca Livre”, a operação tem um grupo que teria desviado R$ 180 milhões dos cofres públicos.
De acordo com a PF, as investigações tiveram início em 2014, depois que a CGU repassou informações sobre irregularidades na concessão de incentivos. Foi constatado que até uma festa de casamento foi bancada com recursos obtidos por meio da Lei Rouanet.
Ainda segundo a Polícia Federal, as fraudes ocorriam de diversas maneiras, como superfaturamento, apresentação de notas fiscais fictícias e projetos duplicados. As investigações apontaram ainda o uso de dinheiro obtido pela Lei Rouanet para realização de eventos corporativos, shows com artistas famosos em festas privadas para grandes empresas e livros institucionais.
Estão sendo cumpridos 14 mandados de prisão temporária contra lobistas, empresários e servidores públicos. Policiais também estão fazendo busca e apreensão de documentos no Ministério da Cultura e em mais 36 endereços de empresas e pessoas suspeitas de envolvimento nas fraudes. No total, 124 agentes federais estão nas ruas para cumprir as ordens judiciais. Os mandados foram determinados pela 3ª Vara Federal Criminal em São Paulo.
A Justiça Federal também concedeu liminares para inabilitar algumas empresas para a apresentação de projetos culturais junto ao Ministério da Cultura e à Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo. Também houve bloqueio de bens e o sequestro de imóveis e veículos de luxo.
Os investigados deverão ser indiciados por associação criminosa, peculato, estelionato, crime contra a ordem tributária, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro.

Conselho de Ética abre processo contra Bolsonaro



O Conselho de Ética da Câmara instaurou, hoje, processo contra o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ). O deputado é acusado de ter faltado com o decoro parlamentar durante seu voto para a abertura do processo de impeachment, em abril, quando Bolsonaro fez uma homenagem ao coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra.
Há apenas quatro deputados presentes, além do presidente do colegiado, João Carlos Araújo (PR-BA), mas o processo foi iniciado porque não é necessário haver quórum mínimo para a sessão. A Câmara está esvaziada pelas festas juninas. Apenas os deputados Júlio Delgado (PSB-MG), Marcos Rogério (DEM-RO), Alberto Filho (PMDB-MA) e Capitão Augusto (PR-SP) estão no conselho.
O militar comandou o DOI-Codi (Destacamento de Operações Internas) de São Paulo no período de 1970 a 1974. Em 2008, tornou-se o primeiro militar a ser reconhecido pela Justiça como torturador durante a ditadura. Ustra morreu em outubro de 2015, durante tratamento contra um câncer.
A representação do PV ao Conselho de Ética acusa Bolsonaro de ter feito apologia do crime de tortura e pede a cassação do mandato do deputado.
Ao anunciar seu voto a favor do impeachment, Bolsonaro disse que o fazia "pela memória do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra".
O que acontece agora?
Após a abertura do processo, o Conselho de Ética vai sortear um relator para o caso.
Esta é a primeira etapa do processo na comissão, onde será analisado se de fato há elementos que justifiquem o processo contra o deputado. Se o relator entender que Bolsonaro deve ser processado, ele emite um parecer pela admissibilidade do processo, que tem que ser aprovado pela maioria dos 21 membros da comissão.
O relator será escolhido pelo presidente da comissão entre três deputados sorteados: Zé Geraldo (PT-PA), Valmir Prascidelli (PT-SP) e Wellington Roberto (PR-PB). Araújo afirmou que pretende conversar com os três deputados do anúncio de sua decisão, a ocorrer na próxima quarta-feira (6).
Quando este primeiro parecer é aceito, começa a fase de apuração das acusações contra o deputado, quando será ouvida a defesa de Bolsonaro e podem ser tomados depoimentos de testemunhas e analisados outros tipos de provas.
Ao fim desta segunda etapa, o relator deve emitir novo parecer sobre qual punição deve ser aplicada ao deputado. Se aprovado pelo Conselho de Ética, este segundo parecer é submetido a votação no plenário da Câmara, onde é preciso o voto de 257 deputados para aprovar a perda do mandato. A Câmara tem 513 deputados.

segunda-feira, 27 de junho de 2016

'Qualquer canalha que venha me interperlar com violência vai ter retorno', diz Wyllys


'Qualquer canalha que venha me interperlar com violência vai ter retorno', diz Wyllys


O deputado federal Jean Wyllys (Psol-RJ) parece estar preparado para qualquer embate político que apareça à sua frente. Presente em Vitória da Conquista para participar do Seminário Audiovisual, Política e Diversidade, promovido pelo Procine/Uesb, Wyllys comentou a agressão que sofreu em um aeroporto no Mato Grosso do Sul. "Qualquer canalha que venha me interpelar com violência, seja simbólica ou violência física, vai ter retorno", declarou o parlamentar ao Blog do Anderson. Na ocasião, um grupo tentou arquitetar um protesto contra Wyllys, que defende a presidente afastada Dilma Rousseff (PT). 

Gleisi critica prisão de marido: 'Manchou de modo injusto minha vida pública e a do Paulo'


Gleisi critica prisão de marido: 'Manchou de modo injusto minha vida pública e a do Paulo'


A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) criticou nesta segunda-feira (27) a prisão do seu marido, o ex-minisro das Comunicações e do Planejamento Paulo Bernardo, em operação da Polícia Federal na última quinta-feira (23). A declaração da petista foi feita durante seu discurso na tribuna do Senado, quando afirmou que não havia elementos jurídicos para o pedido de prisão preventiva expedidido pela Justiça Federal de São Paulo. "A foto de uma pessoa presa nos jornais e TVs refletida inúmeras vezes durante dias e dias não se apaga. A absolvição, quando vier, não terá jamais a mesma força. (...) É com essa clara e terrível percepção que enfrento esse julgamento. Com a triste certeza de que o processo manchou de modo injusto, definitivo e irrevogável a minha vida pública e a do Paulo Bernardo", declarou. A Operação Custo Brasil, que culminou na prisão do ex-ministro investiga a transferência de R$ 7 milhões de um escritório de advocacia para Bernardo. Gleisi foi em defesa do marido na tribuna do Senado e disse que não há nenhuma prova que incrimine o petista. "Não há contrato do Ministério do Planejamento com a tal Consist [empresa investigada], nem vínculo do então ministro do Planejamento com o convênio celebrado entre a empresa e a associação dos bancos", argumentou, acrescentando que a operação tinha a intenção de "abalar" o trabalho dos senadores que defendem a presidente afastada Dilma Rousseff (PT). Ao chegar no Senado para seu pronunciamento, Gleisi foi acompanhada por um grupo de apoiadoras, de quem também recebeu flores e gritos de guerra como 'Me representa, me representa'. 

Inquérito sigiloso da PGR investiga propina recebida por Renan Calheiros no exterior


Inquérito sigiloso da PGR investiga propina recebida por Renan Calheiros no exterior


Um inquérito sigiloso da Procuradoria-Geral da República apura se o presidente do senado Renan Calheiros (PMDB-AL) recebeu propina no exterior. Segundo a Folha de S. Paulo, esta é a primeira vez que o parlamentar é investigado por recebimento de valores indevidos também fora do Brasil. Ele teria recebido o dinheiro através do lobista Jorge Luz, por conta de um negócio da Petrobras na Argentina. O senador Jader Barbalho (PMDB-PA) e o deputado Aníbal Gomes (PMDB-CE) também são investigados no mesmo inquérito. Segundo o documento da PGR, "o repasse de vantagem pecuniária indevida a Renan Calheiros, Jader Barbalho e Aníbal Gomes, por meio de valores em espécie no Brasil ou transferências para contas bancárias no exterior, pode configurar os crimes de corrupção passiva qualificado e de lavagem." Ainda de acordo com a Folha de S. Paulo, a investigação tem como base a delação premiada do lobista Fernando Baiano. No depoimento, ele denuncia que a Petrobras vendeu suas ações na empresa argentina Transener por meio de pagamento de propina.

ARTIGO: NOS BASTIDORES DA POLÍTICA DE SOBRADINHO

Luiz  Vicente  continua  firme  com  o  seu  grupo  político,  e  diz  que  está  tranquilo  e  com  certeza absoluta  que será  candidato  a  reeleição,  não  está  dando  a  mínima  quando  a  oposição  diz  que  ele  não  tem  condições  jurídicas  de  disputar  o  próximo  pleito eleitoral. O  grupo  liderado  pelo  ex-prefeito  Genilson  Silva,  continua  cheio  de  mistério,  a  executiva  municipal do  PT divulgou  pela  imprensa,  que Tiziu  seria  o  pré-candidato  da sigla  partidária  para  disputar  a  prefeitura  de  Sobradinho  nas eleições  de  2016. Mas  existem  rumores  de  que outros pré-candidatos  de  outros  partidos  aliados ao  grupo de  Genilson  estão também  na  expectativa  querendo  ser  cabeça  de  chapa,  e  que  estão  esperando  o  resultado de  uma  pesquisa  para  que  possa  bater  o  martelo.  É  uma verdadeira  confusão,  ninguém  sabe  quem  é  quem,  o  meio  de  campo  continua  embolado.

Policiais Militares da 75ª Companhia Independente de Polícia Militar, prendem homens com veículo roubado, no bairro Itaberaba, em Juazeiro-BA.


Na última sexta-feira, dia 25, a VTR 7513, recebeu uma chamada da CICOM, que dois homens que estavam no veículo COBALT, placa PEU 0997, CABROBÓ-PE, tinham tentado assaltar uma mulher que se encontrava em um veículo, a qual ao tentar fugir, acabou por colidir contra um muro. A VTR 7513 quando estava fazendo rondas rotineiras no bairro Itaberaba, ao passar na rua C, bloco 38, Residencial Juazeiro I, avistou o veículo parado e a pessoa de SANDIEL CLEITON PEREIRA DA SILVA encontrava-se no interior do veículo, onde o mesmo informou que não sabia dirigir e que o veículo não era seu e sim de EDVAN, ao fazerem busca no COBALT, foram encontrados 01 (uma) faca com cabo branco, 01 (um) simulacro de arma de fogo. 
No momento da abordagem tinha uma senhora, proprietária da residência, vendo o ocorrido, levou os policiais para o interior de sua casa e em um dos cômodos foi encontrada a pessoa de EDVAN FERNANDES DA SILVA NETO. Com EDVAN foi encontrado 01 (uma) folha de cheque em branco, 01 (um) cartão de conta poupança do Banco Santander e 01 (um) cartão Santander Free, ambos no nome de JOÃO A. V. S. JÚNIOR, 03 (três) celulares da marca LG, 02 (dois) celulares da marca NOKIA, 01 (um) celular da marca SONY ERICSSON, 01 (um) celular da marca LENOVO, 01 (um) celular da marca MOTO G, 03 (três) relógios de pulso dourada, das marcas TECHNOS, INVICTA e ALLORA, 04 (quatro) CRLVs, sendo 02 (dois) do ano de 2014 e 2015 da motocicleta HONDA CG 125 FAN ES, placa PFO 4228  e 02 (dois)  do ano de 2014 e 2015 do veículo CHEVROLET/COBALT 1.4 LTZ, cor PRATA, placa PEU 0997 e também foi encontrado a chave do COBALT.
Os elementos juntamente com todo o material apreendidos foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Civil de Juazeiro para as devidas providências. A 75ª CIPM informa que com os dados precisos da CICOM estão dando ótimos resultados nas ocorrências e uma resposta mais rápida para a sociedade.

Senadores mostram "fatura" do impeachment


Parlamentares pedem interferência de Temer em disputas políticas, indicam aliados para cargos e exigem até comando de estatais

Estado de S.Paulo - Pedro Venceslau e Valmar Hupsel
Do apoio do Planalto em disputas locais a indicações para cargos em estatais e até para o comando do BNDES – o maior financiador de empresas do País –, o presidente em exercício Michel Temer está sendo pressionado por senadores em troca de apoio no julgamento do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff. A votação final está prevista para acontecer até o fim de agosto.
Por causa do assédio, Temer tem recebido parlamentares no Palácio do Jaburu para almoços, jantares e reuniões, marcados muitas vezes fora da agenda oficial. Nos encontros, escuta mais do que fala. “O Temer está comprando a bancada. É uma compra explícita de apoio”, disse o senador Roberto Requião (PMDB-PR), peemedebista contrário à saída de Dilma.
Para interlocutores do governo no Senado, o “movimento” nada mais é do que uma lista de demandas. O caso mais pitoresco, segundo relatos de três senadores próximos a Temer, é o de Hélio José (PMDB-DF). Ele pediu 34 cargos, entre os quais a presidência de Itaipu, Correios, Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e até o comando do BNDES.

Jatinho e Morato: Sinpol vai questionar investigação a respeito de corrupção do candidato do PSB



Do Diário de Pernambuco
O Sindicato dos Policiais Civis de Pernambuco (Sinpol) vai entrar com uma representação hoje no Ministério Público de Pernambuco (MPPE), questionando o andamento das investigações da morte do empresário Paulo César Morato. A instituição alega que os peritos papiloscopistas foram impedidos de realizar as coletas de digitas dentro do quarto onde o corpo dele foi encontrado, quarta-feira passada, no motel Tititi, em Olinda. 
Morato é citado, na Operação Turbulência, da Polícia Federal, como um dos líderes de um esquema que desviou mais de R$ 600 milhões. Os recursos abasteceriam campanhas eleitorais de políticos nordestinos, entre eles, a PF cita, o ex-governador EduardoCampos (PSB)
O presidente do Sinpol, Áureo Cisneiros, enfatiza que os policiais civis papiloscopistas são responsáveis por detectar e identificar a presença de indivíduos suspeitos por meio das impressões digitais. “São muitas questões graves que envolvem o episódio, sobretudo por se tratar de uma testemunha que aparece misteriosamente morta, pouco depois de ter sua prisão preventiva decretada”, argumentou.
A Secretaria de Defesa Socia(SDS) informou, através de nota, que todas as perícias necessárias e solicitadas pela autoridade policial responsável pelo inquérito foram coletadas pela equipe de peritos que esteve no local do crime, acompanhando a força-tarefa do Departamento Estadual de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP) na noite da quarta-feira.

domingo, 26 de junho de 2016

A volta dos Novos Baianos começa com turnê em São Paulo após 17 anos separados




O reencontro da Banda Os Novos Baiano



Depois de 17 anos de ausência, os Novos Baianos voltam com sua formação original para a realização da turnê “Acabou Chorare os Novos Baianos se encontraram”. Os shows vão acontecer entre agosto e setembro deste ano em São Paulo, no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte.
A banda formada pelo quinteto Moraes Moreira, Pepeu Gomes, Baby do Brasil, Paulinho Boca de Cantor e Luiz Galvão vai iniciar os trabalhos em São Paulo, com shows nos dias 12 e 13 de Agosto. Depois eles vão tocar no Rio de Janeiro, nos dias 2 e 3 de Setembro, e encerram a turnê em Belo Horizonte, com show no dia 10 de Setembro.(Blog Farnésio Silva).

STF dá aval e Moro reativa todos os processos contra Lula

O juiz federal Sergio Moro, da operação Lava jato, em Curitiba, reativou todos os inquéritos e processo de busca e apreensão e quebra de sigilos envolvendo o ex-presidente Luiz Inácio lula da Silva e sua família.
Estão incluídas as investigações sobre compra e reforma do sítio em Atibaia, no apartamento no Guarujá e pagamentos feitos à empresa de palestras de Lula, a LILS. Em seu despacho, Moro escreve: “O eminente ministro Teori Zavascki determinou, acolhendo parecer do mesmo. procurador-geral da República, a devolução do inquérito. Tendo os autos retornado, translade-se para estes autos cópia do parecer apresentado no inquérito 4220 e cópia da decisão de 13 de junho de 2016”, informa o jornal O Estado de S. Paulo.
Outra determinação do juiz da Lava Jato foi que os a quebra de sigilo telefônico envolvendo conversa de Lula e a presidenta afastada Dilma Rousseff continuará sob segrede de Justiça.
O Supremo havia suspendido a tramitação das investigações contra Lula em liminar que acolheu pedido dos advogados da defesa, que questionou a competência dos investigadores.
O Instituto Lula nega qualquer irregularidade nos assuntos investigados.
Fonte: Terra.com.br

Petistas presos querem que PT assuma culpa por desvios na Petrobras


Petistas presos querem que PT assuma culpa por desvios na Petrobras


Os petistas José Dirceu, João Vaccari Neto e André Vargas, todos presos pela Operação Lava Jato, querem que a legenda assuma, institucionalmente, a responsabilidade pelos desvios na Petrobras. Sob o argumento de que o alvo final da operação não é sua pessoa física, mas sim o partido enquanto instituição, o ex-tesoureiro Vaccari falou sobre o assunto com parlamentares petistas que foram visitá-lo na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba, de acordo com informações do jornal O Estado de S. Paulo. A ocupação da sede do PT pela PF, na última quinta (23) só reforça o argumento dos detentos. Condenado a 24 anos de prisão, Vaccari ainda reclama do "imobilismo" do PT, que o deixou "abandonado". O ex-tesoureiro teme novas condenações aos membros do partido.

Relatório da PF reforça suspeita de tráfico de influência durante governo Lula


Relatório da PF reforça suspeita de tráfico de influência durante governo Lula


Anexo em inquérito da Operação Lava Jato, um relatório da Polícia Federal reúne e-mails do pecuarista José Carlos Bumlai que reforçam as suspeitas de tráfico de influência durante o governo Luiz Inácio Lula da Silva. Segundo o Estado de S. Paulo, se tratam de conversas entre Bumlai e um lobista, empresários e amigos do ex-presidente. Investigado por tráfico de influência, Bumlai é suspeito de intermediar interesses privados no Planalto durante o governo do petista. Nas mensagens trocadas com o pecuarista, os interlocutores e amigo do ex-presidente discutem sobre negócios em Gana, no Catar e uma parceria com o Banco Nacional de Desenvolvimento. "Parte da influência exercida por Bumlai pode ser verificada em e-mail enviado por seu filho, Fernando, no qual ele pergunta se pode interceder por Roberto da Infraero de Campo Grande, que está sendo transferido para Guarulhos", diz o Relatório de Informação 64/2016, da PF de Curitiba.

PPS PROMOVE CURSO PARA PRÉ-CANDIDATOS DE JUAZEIRO

O PPS – Partido Popular Socialista, diretório de Juazeiro, promove neste domingo 26/06, curso de formação política para pré-candidatos da legenda no município ministrado pelo professor Benjamim de Almeida.
O curso acontece no auditório do Hotel Rio Center (centro) das 8h às 12h e das 14h às 18h.
O objetivo do curso é capacitar os pré-candidatos para as eleições 2016, a importância de ser político e de praticar o ideal de gestão pública. 
O evento conta com a presença do pré-candidato a prefeito de Juazeiro pelo PPS Charles Leão.

NOTÍCIAS DA POLÍTICA DE SOBRADINHO

Segundo  informações  o  prefeito  Luiz  Vicente  continua  confiante  em  sua  reeleição,  tem  visitado  amigos  e  correligionários  da  sede  e  no  interior  do  município. Por  o outro  lado  há  boatos  de  que  o  gestor  não  vai  disputar  a  reeleição,  porque  significaria  um  terceiro  mandato,  mas  Vicente  afirma de que  tudo  isso  é  inconformismo  da  oposição  em  virtude  a  sua  boa  administração  que  vem  acontecendo  em  Sobradinho. Segundo  Vicente,  hoje  o  município  tem  credibilidade  perante  aos  fornecedores,   funcionários  e  prestadores. Isso  tem  incomodado  a  posição. No  que  diz  respeito  ao  pré-candidato  do  PT, Tiziu,  não  temos  informações  das  suas  atividades neste  fim  de  semana. Luciano  pré-candidato  do  PSOL,  há  notícias  de  que  o  mesmo  realizou  durante  está  semana  muitas  visitas.

Relatório da PF mostra que Jucá alterou MP para favorecer Gerdau



Relatório da PF mostra que Jucá alterou MP para favorecer Gerdau


Um relatório da Polícia Federal no âmbito da Operação Zelotes aponta que o senador Romero Jucá (PMDB-RR) alterou a Medida Provisória 627 de 2013 para favorecer o Grupo Gerdau. A informação consta em reportagem deste sábado (25), do jornal Folha de São Paulo. O texto, do qual Jucá era relator, trazia mudanças em regras de tributação de lucros de empresas no exterior. De acordo com a reportagem, o projeto foi aprovado com pelo menos uma alteração sugerida pela Gerdau. Também estariam envolvidos os deputados Alfredo Kaefer (PSL-PR) e Jorge Côrte Real (PTB-PE). O deputado Jorge Côrte Real disse ter sido pego de surpresa com a citação do seu nome no relatório da PF. O documento cita uma emenda à MP 627 apresentada por Real. "Minha proposta apenas concedia o prazo de 30 dias para adesão ao sistema proposto pela MP. Isso atendia o interesse geral, não de uma companhia em especial", disse. Também citado no documento, Alfredo Kaefer diz que a emenda que apresentou atende a pedido que havia sido feito pela Confederação Nacional da Indústria. "Minha atuação parlamentar é marcada pela preocupação em apresentar propostas importantes para o setor industrial. Sempre fui o interlocutor de empresas para assuntos tributários", disse. "Uma rápida pesquisa demonstra o que digo." Ele afirmou ter encontrado poucas vezes o presidente do Conselho de Administração do grupo Gerdau, Jorge Johannpeter Gerdau. "Por um azar, uma pessoa da empresa passou no gabinete, elogiando minha emenda, e pegou o cartão do meu assessor. É só". Ele disse não se lembrar do teor da emenda, mas acrescenta que ela não foi nem sequer aprovada. A Gerdau afirmou que participou "de forma legítima e em conformidade com a legislação brasileira" de discussões sobre a bitributação de lucros provenientes do exterior. Segundo a companhia, o debate foi liderado por entidades de classe e em conjunto com outras empresas de atuação internacional. O senador Romero Jucá não atendeu as ligações da reportagem. A assessoria de imprensa do parlamentar também tentou fazer o contato, mas não conseguiu localizá-lo.

POLÍCIA PRENDE QUADRILHA POR TRÁFICO DE DROGAS EM JUAZEIRO, BA


Na madruga desta sexta-feira (24), foi desarticulada no bairro João Paulo II em Juazeiro no Norte da Bahia, por policiais do PETO da 74ª companhia independente de polícia militar, uma  quadrilha  de  bandidos.

Segundo a Polícia, com o bando foi encontrado: drogas, balança de precisão e uma certa quantidade em dinheiro. Foram conduzidos: Jailmar, Thiago, Uelison, Ramon, Everton e uma mulher não identificada. Os custodiados foram conduzido juntamente com o material apreendido para o complexo Policial para que sejam tomadas as medidas cautelares pertinentes. (Fonte: Marinho Filho)

Juazeiro (BA): Bandeira não conseguiu, Ana Angélica vai conseguir?



Angelica Avante S21 (Copy)
O presidente do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores (PT), Paulo Henrique Galdino, declarou nesta semana em entrevista ao jornalista Ramos Filho, no Programa Sem Fronteiras – Rádio Juazeiro, que por determinação da Executiva Municipal e Direção Estadual, o partido vai manter a aliança com o PCdoB em Juazeiro.
Apesar das determinações da legenda, a Tendência Avante S21, insiste em manter a pré-candidatura a prefeita da ex-superintendente regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (CODEVASF), Ana Angélica Almeida Lima.
Tal situação no leva a recordar os episódios que marcaram o processo eleitoral de 2012. À época, o ex-prefeito e então suplente de deputado federal e filiado ao PT, Joseph Bandeira, que hoje está no SDD, insistiu em se tornar candidato. Não conseguiu e ainda foi expulso do partido. O PT indicou o Irmão Francisco Oliveira a vice, na chapa do prefeito reeleito Isaac Carvalho (PCdoB).
E agora em 2016, será que Ana Angélica e a Tendência S21 vão conseguir transpor as barreiras impostas pelas direções municipal e estadual do PT? Se Bandeira, que tem maior representatividade e capital eleitoral não conseguiu em 2012, será que  Ana Angélica vai conseguir nesta nesta eleição?
Está aí uma pergunta que não quer calar! (Fonte: Ramos  Filho)

sábado, 25 de junho de 2016

TRAGÉDIA: HOMEM ASSASSINA EX-COMPANHEIRA E COMETE SUICÍDIO EM SEGUIDA

Um homem, de idade não revelada, assassinou a ex-companheira, de 30 anos, a facadas na manhã desta sexta-feira (24) no Assentamento Agroísa, Zona Rural de Vermelhos, em Lagoa Grande, Sertão pernambucano. Após cometer o feminicídio, ele fugiu e se matou.

O jovem Rogério que estava separado de sua companheira, resolveu voltar a sua casa e assassinou com 11 facadas a sua esposa Juscilene. A vítima ainda foi socorrida para o Hospital de Lagoa Grande, mas chegou sem vida. Depois do crime, Rogério saiu desesperado de casa e cometeu logo na frente um suicídio, se enforcando. 

Eles deixaram dois filhos e um sentimento de tristeza em toda a comunidade onde moravam.O Instituto de Criminalística (IC) foi chamado para remover os corpos e levar para o Instituto de Medicina Legal (IML) em Petrolina, no Sertão do estado.